Pandemia fortalece E-commerces de supermercado

Entrega de produtos para o cliente do supermercado com segurança, funcionário do supermercado entregando com máscara e luvas. Pandemia fortalece E-commerce de supermercados.

A pandemia do coronavírus provocou uma mudança até mesmo para empresas que não tinham perspectiva de adesão aos E-commerces para supermercado. Visto que a adesão do formato digital deixou de ser um diferencial e passou a ser praticamente uma questão de sobrevivência no ramo.

Com o isolamento, os clientes optaram por evitar a ida a estabelecimentos, prezando cada vez mais pela sua segurança e de sua família. Neste contexto, buscam através da internet, uma forma segura para realizar tarefas essenciais do cotidiano, como por exemplo, compras de supermercado, de farmácia e demais produtos indispensáveis.

Na pré pandemia, a grande massa de E-commerces do país era dos setores de produtos não perecíveis como: eletrodomésticos, eletroeletrônicos e vestuário. Nesse cenário, deixando os E-commerces de produtos perecíveis como secundários.

De acordo com a revista Exame, as plataformas de E-commerce apresentavam crescimento anual de 20%. Entretanto, com a pandemia esse contexto mudou, dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm) demonstram aumento de 30% nas vendas pela internet nas primeiras duas semanas de abril de 2020.

Para melhor detalharmos esses números, outro exemplo citado pela revista Exame descreve um estabelecimento do ramo alimentício (sem contar a entrega de refeições prontas) com crescimento de receita de 44% no mês de Março de 2020 quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Complementarmente a empresa Compre&Confie divulgou um aumento de 200% na busca por “entrega perto de mim” no Google.

Entrega em mãos do entregador para o cliente do estabelecimento

Pós pandemia

A previsão é que no pós pandemia as entregas se tornem ainda mais rápidas, fáceis e com menos falhas de estoque. Para isso é essencial contar com uma plataforma bem estruturada e com funcionalidades que facilitem o processo da venda por parte do supermercado e da compra pelo cliente. Nós da 9bits estamos a disposição para lhe ajudar nessa missão de encontrar qual são os melhores E-commerces para supermercado.

Plataforma de e-commerce para supermercados

Estamos vivendo um momento sem precedentes, um momento para o qual muitos estabelecimentos não estavam preparados, para conseguir manter-se estes estabelecimentos precisaram correr para se adaptar. Muitos optaram, por exemplo, por vender via WhatsApp, entretanto o controle e a logística se tornam muito dispendiosos.

Outros vão além, e buscam por E-commerces para supermercado, mas acabam não encontrando ou até mesmo encontrando plataforma incompletas, com taxas sobre pedidos, limitação de produtos ou que não agregam tudo que seria necessário para um bom funcionamento, tanto para o lojista como o consumidor final.

9Market Plus

Neste contexto, alguns diferenciais que vocês encontrarão no 9Market Plus:

  • isenção de taxas nos pedidos realizados através da plataforma;
  • cadastro ilimitado de produtos;
  • implantação do site no domínio registrado pelo supermercado e não em subdomínio da empresa que desenvolveu a plataforma. Assim, valoriza muito mais a marca do supermercado;
  • geração do aplicativo com a marca do supermercado;
  • não é uma plataforma compartilhada com concorrentes do supermercado;
  • o layout é personalizado conforme identidade visual do supermercado;
  • é possível definir que o consumidor poderá pagar online, bem como na entrega ou retirada das compras;
  • o valor da mensalidade é fixo, não é cobrado taxas sobre as compras feitas pelo consumidor;
  • em caso do supermercado ativar o pagamento online, o valor das compras cai diretamente na conta do supermercado nos respectivos gateways (Cielo, Pagseguro, Rede, PicPay), não é uma plataforma que intermediará o pagamento (não armazenará o valor em conta e depois repassará ao supermercado).
  • conta também com integrador, feito para agilizar o processo de integração de produtos, ele é instalado na rede interna (LAN) da loja, de preferência no servidor do banco de dados do ERP, ele tem por finalidade sincronizar os produtos do banco de dados da loja com o E-commerce em determinados intervalos de tempo (geralmente a cada 15 minutos), cadastrando automaticamente novos produtos e atualizando preço / estoque de produtos já existentes no E-commerce.
  • banco de imagens com mais de 150 mil itens cadastrados para ser serem utilizados pelo supermercado.

Gostou do artigo? Ficou com dúvidas? Tem outras sugestões?

Deixe seu comentário ou sua dúvida para podermos discutir sobre o assunto!

Forte Abraço e até a próxima!

Conheça a estratégia Omnichannel.

Fontes: Revista Exame, Compre&Confie.

Formado em Sistemas de Informação pela UNIPAR/2019. Full stack developer pela empresa 9bits. "De nada vale aprender se não fizer bem!"