Como montar um e-commerce para supermercado

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Email -- 0 Flares ×

e-commerce para supermercado

Apesar do setor supermercadista ser um dos mais expressivos em faturamento, os números confirmam que a representatividade das compras em e-commerce para supermercado, em relação aos outros segmentos, ainda é baixa.

Segundo a ABRAS, o setor supermercadista brasileiro registrou faturamento de R$ 353,2 bilhões em 2017, um crescimento de 4,3% na comparação com 2016. Sendo que a previsão de faturamento para e-commerce de supermercado é de até 48,65 bilhões em 2023.

faturamento e-commerce para supermercado

Varejistas e especialistas no assunto apontaram alguns dos principais motivos para o crescimento das compras em e-commerce, como:

  • Os consumidores estão ficando mais familiarizados a comprar pela internet, principalmente os mais jovens;
  • Empresas de grande porte, que já tinham presença no canal online, passaram a ampliar a oferta de serviços;
  • As ferramentas para montar um e-commerce para supermercado estão mais acessíveis aos empresários;

Atento às tendências do mercado e ao novo perfil do consumidor, o qual está buscando mais praticidade, conveniência, agilidade no atendimento e estilo de vida mais saudável, o Figura Supermercado, abriu uma filial na internet. Com a proposta de ser um dos melhores e-commerces de supermercado de Santa Catarina, a loja se destaca pela capacidade de efetuar entregas rápidas, principalmente de alimentos frescos.

O supermercado também disponibiliza um aplicativo para celular, com expectativa que isso dará um grande impulso ao supermercado online. O proprietário do e-commerce do Figura Supermercado, aposta na praticidade e portabilidade do novo site para conquistar novos clientes nas compras de supermercado online.

Um exemplo disso são as listas de compras. Após criadas, elas poderão ser repetidas e alteradas para facilitar as aquisições nos próximos meses.

Ações de Marketing Digital

O Marketing Digital é o principal meio responsável por trazer novos usuários para o e-commerce de supermercado. Algumas das estratégias mais comuns para gerar mais tráfego para o supermercado online são:

I – Marketing de conteúdo

Trata-se de uma ação para gerar mais credibilidade ao cliente, fornecendo informações de qualidade relacionadas aos produtos do Supermercado (alimentos, receitas, nutrição, entre outros) , o e-commerce para supermercado se posiciona como especialista no assunto, criando empatia com seu cliente.

II – SEO – Search Engine Optimization

Também conhecida como otimização para mecanismos de busca, é uma técnica que visa melhorar o posicionamento do e-commerce para supermercado nos resultados de busca dos principais buscadores do mercado (Google, Bling e Yahoo). É uma estratégia de médio a longo prazo, ou seja, a empresa demora um certo tempo para ficar bem posicionada nos resultados apresentados por estes buscadores, não é um trabalho feito da noite para o dia.

III – Mídia Paga

Esta técnica consiste em criar campanhas e pagar para exibi-las em portais de alto tráfego, redes sociais ou buscadores. Os resultados poderão ser vistos imediatamente.

Algumas empresas possuem uma equipe interna para gerenciamento destas campanhas, e outras optam pela contratação de uma agência especializada.

E-commerce para supermercado – Gestão Comercial

gestão comercial e-commerce para supermercado

Esta gestão controla a forma como a venda é feita: loja virtual, totens, quiosques, call centers, drive-thru, aplicativos mobile, entre outros.

Definir a forma de apresentação dos produtos, dando maiores detalhes sobre o produto e apresentando-o dentro de departamentos intuitivos, melhorando a experiência de compra e promovendo uma navegação rápida e fluída pelo canal de vendas, são parte do escopo desta área. No canal digital temos ainda mais facilidade em melhorar a “encontrabilidade” de produtos, pois podemos vincular o produto a vários departamentos e seções, ou seja, uma torta sem açúcar pode estar vinculada a uma seção “Padaria” ao mesmo tempo que pode ser encontrada em uma seção chamada “Diet”, facilitando muito a navegação dos consumidores.

Também é da competência da gestão comercial, estabelecer condições de parcelamento, promoções e outras condições de pagamento. O supermercado pode definir se existe um valor mínimo de compras para que seja realizada uma entrega ou retirada, conversar com a equipe de marketing para definir se vale isentar o frete quando o “carrinho” atingir um determinado valor, entre outras ações.

Para garantir uma navegação intuitiva no site, capaz de gerar alta conversão de compra e um bom engajamento dos consumidores, é importante escolher uma boa empresa que forneça uma plataforma de e-commerce para supermercado robusta que permitirá ao supermercado aumentar o faturamento e diminuir os custos operacionais.

Permitir que os clientes criem listas de compras personalizadas para tornar a recompra mais ágil, colocar no carrinho todos os itens de uma receita em um clique, permitir diferentes formas de entrega do pedido, incluindo a retirada no estabelecimento, repetir o pedido com um clique, são funcionalidades básicas que todo supermercado online deve oferecer para uma melhor experiência.

E-commerce para supermercado – Gestão Operacional

gestão operacional e-commerce para supermercado

Área responsável pelas formas de pagamento, questões tributárias, separação e embalagem de produtos, logística e SAC.

Em se tratando das formas de pagamento, é comum a integração do e-commerce com serviços especializados em cobrança, como: PagSeguro, Cielo, Paypal, etc. São essas empresas que fazem a comunicação online com as várias bandeiras de cartão de crédito.

Para a gestão financeira e para tratar das questões tributárias das compras, os supermercados costumam utilizar o mesmo ERP da loja física, integrado à plataforma de e-commerce.

Depois de aprovada a compra, é realizado o processo de separação dos produtos e o processo de embalar as compras. Alguns supermercados utilizam do estoque de produtos da própria loja e outros possuem centros de armazenamento exclusivos para atender a demanda do e-commerce.

Fique Atualizado

 

Por se tratar de uma logística muito específica no que diz respeito a prazos de entrega, tipos de embalagens e necessidade de refrigeração dos produtos, recomenda-se que o supermercado utilize serviços de transportadoras dedicadas ou mesmo próprias.

A forma de recebimento do produto pelo cliente nem sempre é por meio da entrega diretamente na residência. Alguns supermercados disponibilizam a compra online com a retirada na loja física.

É de fundamental importância a estruturação de um SAC – serviço de atendimento ao consumidor, é ele que informará se todo fluxo de compra no e-commerce para supermercado está sendo feito corretamente. As sugestões dos clientes são valiosas para o melhoramento contínuo das operações.

Gostou do artigo? Ficou com dúvidas? Tem outras sugestões?

Deixe seu comentário ou sua dúvida para podermos discutir sobre o assunto!

Forte Abraço e até a próxima!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Email -- 0 Flares ×

Atua na área digital desde 2008, focado em empreendedorismo, projetos de Marketing Digital e Desenvolvimento de soluções web e mobile. Adora desafios e está sempre atento a novas tecnologias e possibilidades.