Dúvidas cruciais para o mercado virtual – chegou a hora?

10 Flares Twitter 0 Facebook 10 Google+ 0 LinkedIn 0 Email -- 10 Flares ×

duvidas supermercado virtual

A grande proporção de empresas digitais toma conta de grande parte das mentes e das ideias e sonhos dos jovens universitários e também de empresários mais experientes. O empreendedorismo digital está em grande alta no mercado atual, pois necessita, basicamente, de planos, projetos e muito trabalho nas madrugadas.
As tendências vistas periodicamente em jornais e revistas, na Internet e na televisão, encorajam e mostram horizontes possíveis, pois sempre vemos algo de diferente em um modelo já existente, e aí nos perguntamos, será que daria certo?
Sair do seguro (hipoteticamente falando) para o desconhecido, parece obscuro, e parece também, que sempre temos uma visão de enriquecimento rápido – vamos criar uma StartUp assim e vamos fazer muito sucesso!
Realmente, o sucesso vem, mas como outra empresa qualquer, a empresa digital também precisa de investimentos e tempo. Principalmente quando se falamos da web, desse vasto ambiente de informações.

E o Mercado Virtual?

Notamos uma tendência cada vez maior no setor de e-commerce de varejo, o mercado virtual.
Parece que estamos parados no tempo e ainda são raras as cidades que possuem um supermercado que atue com vendas pela internet também – e olha que tem muita gente que não gosta de “passear” no supermercado.
Um tipo de empreendimento tecnicamente novo, embora o produto vendido seja muito conhecido por todos: arroz, feijão, carnes, congelados, e tudo mais que consumimos diariamente.

Veja aqui O que esperar da evolução nas compras em mercados virtuais.

Então, por que não pensamos nisso antes?
Atualmente, como mencionei antes, raras cidades – na sua maioria capitais- possuem serviços de tipo de mercado virtual, ou seja, pouca concorrência. Tá esperando o quê?
Esses dias li uma matéria na EXAME INFO citando uma empresa nova que resolveu investir em São Paulo, a Mercode, a qual lapidou uma ideia vinda da Coreia do Sul, em que se postam banners em partes estratégicas da cidade, a fim de angariar clientes em seus momentos de espera.
Outro exemplo é o mercado virtual Compra Facil Supermercado, o qual investiu em uma ideia de inovação em uma capital brasileira que ainda não possuía serviços de vendas de produtos de supermercado pela internet – uma capital! – , eles vendem de forma simples e fácil e ainda cobram pelas compras na entrega dos produtos, ou seja, totalmente seguro.
Com certeza nesse ambiente online, estas novas tendências, que com certeza dominarão a forma de consumo e um tempo ainda desconhecido, como o mercado virtual, oferecem sucesso quase garantido, e sem dúvidas os primeiros serão os que terão mais chances de agarrá-lo.
O que ainda estamos esperando? alguém pular na nossa frente?

Dúvidas ou sugestões?

Faça seu comentário sobre o assunto para que possamos discutir essas inseguranças.

10 Flares Twitter 0 Facebook 10 Google+ 0 LinkedIn 0 Email -- 10 Flares ×

Formado em Sistemas de Informação e Pós-graduado em Engenharia da Produção. Cursa MBA em Marketing pela FGV e Pós-graduação em Engenharia e Qualidade de Software pela UNOESC. Trabalha como Analista de Sistemas e também Professor Universitário na área de E-commerce, Marketing Digital e Eng. de Software. Soluções inovadoras para desafios corriqueiros é o seu objetivo.