Fluxograma: Abrindo um supermercado virtual

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Email -- 0 Flares ×

Depois de um certo tempo trabalhando e conversando com empreendedores que estão abrindo um sistema para supermercado virtual ao redor do Brasil, acabei verificando muitas questões que seguidamente se repetem, tais como: preciso abrir um CNPJ? como vou ser tributado? como sincronizo os produtos? não quero ter estoque próprio, posso? (entre muitas outras), decidi fazer um fluxograma delineando estes questionamentos de uma forma simples e sequencial, que eu nomeio aqui como: Quais perguntas eu devo me fazer quando estou abrindo um supermercado virtual.

Ao longo das próximas semanas irei abordar cada uma das questões separadamente, explicando uma a uma, como proceder quando a dúvida vier à tona.

Veja aqui 5 dicas de como montar um supermercado online

Complementando, essas perguntas surgiram através de quase 3 anos trabalhando com e-commerce para supermercados e pequenos empreendedores inovadores, as quais, agora, foram sintetizadas em uma só imagem que facilitará, e muito, sua jornada para concretizar seu negócio!

Abrindo um supermercado virtual

FICOU COM MAIS ALGUMA DÚVIDA?

Deixe um comentário ou entre em contato comigo para conversarmos melhor.

Até a próxima!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Email -- 0 Flares ×

Formado em Sistemas de Informação e Pós-graduado em Engenharia da Produção. Cursa MBA em Marketing pela FGV e Pós-graduação em Engenharia e Qualidade de Software pela UNOESC. Trabalha como Analista de Sistemas e também Professor Universitário na área de E-commerce, Marketing Digital e Eng. de Software. Soluções inovadoras para desafios corriqueiros é o seu objetivo.

  • Erick

    Olá, gostei bastante da iniciativa em esclarecer algumas dúvidas que muitos possuem. Não possuo local para armazenamento de estoque, conseguiria revender produtos de outros supermercado? Teria custo x benefício?

    • Bom dia, Erick, tudo bom?
      Primeiramente, obrigado pelo seu comentário!
      Então, sem armazenamento de produtos, tudo fica mais complexo, mas é possível!
      Pensa comigo, caso você não tenha uma parceria confiável e comprometida com o seu negócio, tudo pode ir por água abaixo, pois você depende de um fornecedor para efetuar a entrega, não depende só de você.
      Sem dúvida, toda complexidade dessas parcerias se traduz em menos investimento inicial, pois não há necessidade de aquisição de produtos e de infraestrutura para mante-los.
      Penso que para um início, fica mais fácil engajar algumas parcerias, mas na evolução do seu projeto, pode ir separando mix de produtos e começar a armazená-los internamente, facilitando (e muito) sua comercialização e, gradativamente, ficando menos dependente de terceiros!
      Abraços!

  • Elvis Borges Alves

    Tenho essa meta de iniciar um supermercado virtual, e o modelo de drop shipping acredito que é o melhor para iniciar, mas lendo o post você comenta sobre a entrega ser atraves de terceiro ai que me diferencio pois a entrega acho que deve ser feita no meu caso por mim, para que eu possa garantir o compromisso da entrega, mas ainda me restam duvidas, incertezas e uma certa insegurança, mas gostei muito do seu blog ele é um luz para como no meu caso se encontram em busca de realizar algo.

    • Boa tarde, Elvis, tudo bom?
      Primeiramente, obrigado pelo seu comentário!!
      Bom, você tem toda a razão, inicialmente quanto menos intermediadores entre você e seu cliente, mais qualidade no serviço prestado, pois a prestação fica mais em suas mãos. Por outro lado, claro que seu investimento passa a ser maior, porque há a necessidade de alguma forma realizar essa entrega de forma eficiente.

      Fico à disposição, grande abraço, meu amigo!